buraco-negroAlgo estranho está acontecendo em um canto distante de nosso universo. Dezenas de buracos negros supermassivos estão lançando enormes jatos de energia para uma mesma direção. Poderia ser uma coincidência cósmica, mas alguns astrônomos suspeitam que há forças maiores em jogo. Buracos negros supermassivos, que são encontrados no centro de quase todas as galáxias, periodicamente entram em erupção, arremessando correntes de energia plasma no espaço intergaláctico. Por exemplo, o buraco negro de nossa galáxia, Sagitário A, irá eventualmente engolir uma estrela e liberar energias raio-x pela Via Láctea. Essas explosões são fascinantes para os astrônomos, mas elas são tipicamente conhecidas por serem eventos independentes.

Agora, uma pesquisa com 64 galáxias localizadas no meio do universo conhecido revelou um alinhamento bizarro dos jatos de energia explodindo vindos de buracos negros, e todos eles estão localizados a uma distância de centena de milhão de anos-luz de cada um. Um padrão como esse não deveria existir, a menos que isso esteja sendo conduzido por uma estrutura maior de nosso universo.

Isso é exatamente o que Russ Taylor, autor principal de um estudo que será publicado no Monthly Notices da Royal Astronomical Society, acha que pode estar acontecendo. Como reportado pelo Science News, Taylor suspeita que as explosões são todas dirigidas por filamentos, uma espécie de andaime cuja matéria é congregada em uma escala cósmica. Se a hipótese for correta, isso pode ajudar a explicar como a estrutura de nosso universo foi formada.

Nem todo mundo está convencido dessa tese. Alguns astrônomos acham que o número de galáxias no estudo era muito pequeno para tirar conclusões significativas, e o padrão seria apenas obra do acaso. No entanto, a ideia de um alinhamento cósmico é intrigante o suficiente para Taylor e seus colegas planejarem um acompanhamento do estudo com o objetivo de identificar mais buracos negros e ter mais precisão nas distâncias entre as galáxias que eles já estudaram.
Acho que se há uma mensagem nisso tudo para nós, terráqueos, é que existem forças assustadoras moldando nosso universo de formas que nós apenas estamos começando a entender.

(Gizmodo)

Nota: Não sei por que, mas me lembrei destes textos: “E haverá sinais no Sol, na Lua e nas estrelas; e na Terra angústia das nações” (Lc 21:25; Mt 24:29; Mc 13:24-26, Ap 6:12-17). E Ellen White diz que os que contemplam esses prenúncios da vinda de Cristo devem saber que “está próximo, às portas” (Mt 24:33; O Grande Conflito, p. 37, 38). E ela escreveu mais: “A 16 de dezembro de 1848, o Senhor me deu uma visão acerca do abalo das potestades do céu. Vi que quando o Senhor disse ‘céu’, ao dar os sinais registrados por Mateus, Marcos e Lucas, Ele queria dizer céu, e quando disse: ‘Terra’, queria significar Terra. As potestades do céu são o Sol, a Lua e as estrelas. Seu governo é no firmamento. As potestades da Terra são as que governam sobre a Terra. As potestades do céu serão abaladas com a voz de Deus. Então o Sol, a Lua e as estrelas se moverão em seus lugares. Não passarão, mas serão abalados pela voz de Deus” (Primeiros Escritos, p. 41). Sei lá… [MB]

Matéria Veiculada no página: www.criacionismo.com.br – http://www.criacionismo.com.br/2016/05/buracos-negros-alinhados-intrigam.html

Sugerido por: Prof. Fábio Manente – Ciências – Ensino Fundamental II

Sobre o Autor:

michelson2014aMichelson Borges é jornalista, formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi professor de História em Florianópolis e editor do jornal da Rádio Novo Tempo daquela capital, onde também apresentava um programa de divulgação científica. É editor da revista Vida e Saúde, da Casa Publicadora Brasileira, e autor dos livros A História da Vida, Por Que Creio, Nos Bastidores da Mídia (publicado em espanhol, com o título Detrás de los Medios), Esperança Para Você, da Série Grandes Impérios e Civilizações, composta de seis volumes, e do livro A Descoberta (em coautoria). Mestre em Teologia pelo Unasp, é membro da Sociedade Criacionista Brasileira, tem participado de seminários criacionistas em vários lugares e mantém o blog www.criacionismo.com.br. Casado com Débora Tatiane (co-autora do e-book Deus Nos Uniu e do livro O Que Ele Viu na Grécia), tem três filhos, duas meninas e um menino.

 

E-mail: michelson.borges@gmail.com
Twitter: @criacionismo
Facebook.com/michelsonborges

Para conhecer a linha editorial deste blog, clique aqui.

Conheça um pouco da minha história: “Metamorfose: do darwinismo para o criacionismo”